O ciclismo como é conhecido “hoje” começou a ser praticado em 1816, quando um nobre alemão chamado Karl Drais colocou um guidão para direcionar a roda dianteira do celelífero. A bicicleta rudimentar foi criada provavelmente na França na segunda metade do século 18 e consistia em uma trave de madeira com duas rodas.


Karl Friedrich Christian Ludwig Drais von Sauerbronn em 1920

Em 1819 as primitivas draisinas de madeira foram substituídas pelas de ferro e disputaram uma corrida de 10 km. Vinte anos depois, um ferreiro escocês chamado –  Kirkpatrick McMillan agregou alavancas que permitiam impulsionar as draisinas sem ter que colocar os pés no solo.

Estas alavancas faziam girar o eixo traseiro como nos atuais carrinhos de criança. O pedal foi incorporado em 1861, por Pierre Michaux, um ferreiro francês. Seis anos mais tarde, Michaux e seu filho Ernest apresentaram seu modelo de velocípede na Exposição Internacional de Paris.


O pedal foi incorporado em 1861, por Pierre Michaux, um ferreiro francês

Em 1868, foi realizada na França a primeira corrida de velocípedes em pista, sobre uma distância de 1.800 metros. A prova foi vencida pelo inglês James Moore, que também venceu a primeira corrida unindo duas cidades, a Paris-Rouen, em 1869. Naquele ano, uma empresa já produzia 200 máquinas por dia com o nome de bicicleta e várias alterações em relação ao projeto original, adaptadas por inventores de diversas partes do mundo: rolamentos, banda de borracha nas rodas, freios na roda e tubos de metal para o quadro.

Primeiro de Novembro de 1868. Primeira Corrida velocipédica de Mulheres.

Em 1870, James Starley criou a grande-bicicleta, com uma roda dianteira gigante de 1,50 metro de diâmetro e uma roda traseira minúscula, de 50 centímetros, com rodas de raios de arame e bainhas de sabre como forquilhas. Nessas engenhocas foi disputada a corrida entre Florença e Pistóia, na Itália, com um percurso de 33 km, vencida pelo norte-americano Rynner van Neste.

Em 1879, com a notória dificuldade para se equilibrar nas bicicletas de Starley, o inglês Henry Stanley criou a primeira bicicleta de segurança, com duas rodas de igual tamanho e transmissão por corrente, nos mesmos moldes da bicicleta atual. No ano seguinte, o veterinário de Belfast John Dunlop inventou o pneumático e a válvula. No início do século 20, começaram a ser disputadas grandes provas de estrada por etapas: a Volta da França (1903), o Giro da Itália (1909) e a Volta da Espanha (1935). A primeira prova em estrada da América do Sul – a Volta da Colômbia – foi disputada em 1951.


A primeira bicicleta de segurança

Nas Olimpíadas, o ciclismo é disputado desde os primeiros Jogos, quando foi realizada uma prova de estrada de 87 km entre Atenas e Maratona (ida e volta). Em Pequim, o bicicross estréia no cronograma olímpico – a prova já foi disputada no Pan-Americano do Rio. Estrada, pista e mountain bike são as outras provas em disputa.

Saudações,

Teresa Gago
Portal AutoClassic
Rio de Janeiro – Brasil