O IX Encontro Brasileiro de Autos Antigos de Águas de Lindóia, que será realizado de 20 a 23 de abril, será marcado por uma importante comemoração para os antigomobilistas. É que colecionadores estão preparando uma exposição especial para celebrar os 70 anos da Lambretta.

O acervo, que será supervisionado pela Casa Lambretta do Brasil, com apoio da Casa Lambretta Itália e Lambretta Club D’Italia de Milão, contará com exemplares raros, incluindo a Modelo A, primeiro produzido na Itália de 1947 até o final de 1948 e o mini carro Sulki produzido sob licença da Inocentti e Lambretta.

A exposição contará ainda com a Lambretta LD 125 produzida na Itália, sem restauro e em funcionamento, além de modelos conhecidos no Brasil, como a Standart 150 LD; LI; Cynthia; Mini Saia, Xispa, Ponei e Tork. Triciclos como o Lambro Italiano e o clássico triciclo dos correios também integram a exposição.

A Lambretta foi criada na Itália, após a Segunda Guerra Mundial por Ferdinando Inocentti, em sua fábrica em Lambratte, Milão, a partir da necessidade de recomeçar a produção industrial em um país devastado pela guerra e desenvolver um meio de transporte barato e seguro para a população,

Ferdinando se uniu ao engenheiro Pierluigi Torre para projetar um veículo de baixo custo de produção, de manutenção e com proteção melhor do que uma motocicleta convencional para as mudanças climáticas. A Lambretta começou a ser produzida em 1947.

No Brasil, a produção da Lambretta teve início com a implantação da fábrica licenciada da Inocentti, Lambretta do Brasil, em 1955. Primeira fábrica de veículos do país, a Lambretta chegou a produzir mais 50 mil unidades por ano, entre 1958 e 1960.

 

Serviço

  • IV Encontro Brasileiro de Autos Antigos
  • Data: De 20 a 23/04/2017
  • Local: Praça Adhemar de Barros – Águas de Lindóia/SP
  • Entrada: Gratuita
  • Inscrições: Para participantes com veículos, sem veículos e veículos à venda pelo site www.encontroaguasdelindoia.com.br