Entre as várias safras do icônico Corvette Sting Ray, uma das mais cultuadas é a segunda geração, que foi lançada em 1963 e permaneceu em linha por apenas quatro anos, o que a torna ainda mais desejada. Pois um raro sobrevivente dessa safra pra lá de especial está prestes a ser leiloado em Indianápolis, nos Estados Unidos. E o exemplar é um verdadeiro filé.

Trata-se de um cupê de 1967, pintado na belíssima cor Marina Blue, que teve uma vida mansa nas mãos de seu único proprietário, falecido em 1993. Consta que o carro jamais foi estacionado sob o sol, nem pegou chuva, e rodou apenas 13.714 km em suas mãos. Depois da morte do dono, seu filho manteve o esportivo Chevrolet em uma garagem climatizada, até finalmente decidir se desfazer dele.

Sob o capô, o motor V8 de 435 cv está tinindo de novo, assim como a cabine (em tom azul que combina com o da pintura), as rodas e o escapamento – ainda que o carro jamais tenha sido restaurado. O leilão está marcado para o próximo dia 20 de maio, e uma preciosidade dessas certamente alcançará um valor bem alto.

 

Fonte: Estadão